Dicas e Truques

Inverno: Época de Queijos e Vinhos

Ao cair da temperatura passamos a comer um pouco mais e temos a tendência de comer alguns alimentos. A salada, bastante popular no verão é substituída por massas por exemplo, e assim perpetuamos algumas tradições invernais. Entre elas está a famosa refeição “queijos e vinhos”, uma combinação perfeita para aquecer o inverno.

Vinho também é saudável

O resveratrol é uma substância encontrada nas uvas vermelhas. Parte de um grupo de compostos denominados polifenóis, esses atuam como antioxidantes, protegendo o corpo contra danos como o câncer e doenças cardíacas.

Um fato interessante é que a uva adquire o resveratrol ainda na parreira. O componente é produzido sempre que a fruta é ameaçada por pragas e fungos.
Vários centros de pesquisa, principalmente Harvard, atribuem a este antioxidante propriedades de antienvelhecimento. Mas qual o tipo de uva que contém as maiores concentrações de resveratrol?

A concentração em todo vinho tinto depende de alguns fatores:

1º Região de origem. A concentração da substância nos vinhos é de 2,6mg/l, perdendo só para os vinhos franceses que apresentam cerca de 5 mg/l;

2º Produção: Os vinhos considerados de baixa qualidade, como os de garrafão surpreenderam os pesquisadores ao apresentar uma concentração bastante alta, podendo chegar até cerca de 15mg/l, isso porque não passam pelo processo de filtragem e mantêm a concentração da substância;

3º Tipo da uva: vinhos Tannat, Pinot Noir e Malbec possuem as maiores concentrações (mas depende da região de origem)

Além de estar na semente e na pele de uvas vermelhas, podemos encontrar o resveratrol no amendoim e em algumas hortaliças bem comuns no Brasil.

Editorial do Direto do Forno

Escrito por

Equipe editorial do blog direto do forno. Somos apaixonados pelo mercado do food service, gastronomia e tendências do mercado.